segunda-feira, 26 de junho de 2017

Banda Chimarruts abre 25ª Expotchê em Brasília



A 25ª edição da Expotchê tem início em Brasília no dia 30 de junho, próxima sexta-feira, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. A banda Chimarruts é a principal atração da noite de abertura, no palco principal, às 21h. Serão dez dias de evento envolvendo música, gastronomia, produtos e serviços da região Sul do país. Todos os dias uma apresentação diferente irá encerrar as atividades da feira.

Neste ano, a capital federal irá receber as melhores bandas de todos os anos, os shows que mais fizeram sucesso durante a realização da feira nas edições anteriores. Escolhidos mediante a votação e participação do público, por meio das redes sociais do evento, a programação cultural será intensa. Mais de 50 apresentações de música e dança, distribuídos em 10 dias de feira, com as melhores bandas gaúchas e grupos musicais e folclóricos da região Sul e dos Centros de Tradição Gaúcha.


PROGRAMAÇÃO DAS ATRAÇÕES MUSICAIS – palco principal:

ü  30 de junho – Sexta-feira
21h – Chimarruts

ü  01 de julho – Sábado
21h – Filipe Catto

ü  02 de julho – Domingo
21h - Hélio Ribas

ü  03 de julho - Segunda-feira
21h –Beto Gonzales

ü  04 de julho - Terça- feira
21h – Guri de Uruguaiana

ü  05 de julho – Quarta-feira
21h –Oswaldir e Carlos Magrão

ü  06 de julho – Quinta-feira
21h - Nenhum de Nós

ü  07 de julho – Sexta-feira
21h - Tequila Baby

ü  08 de julho – Sábado
21h – Cachorro Grande

ü  09 de julho – Domingo
19h – Cancioneiros do Planalto

25ª Expotchê em Brasília
Local: Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade
Data: De 30 de junho a 09 de julho de 2017
Horário: De segunda a sexta, das 16h às 23h; sábados e domingos, das 11h às 23h
Planejamento, organização, montagem, comercialização e mídia da feira: Rome Eventos
Tel Geral: (61) 3345-0011 / 3345 0110
Tel Comercial: (61) 99972-5569

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Outros sabores de junho



A canjica e o curau de milho não são os únicos destaques gastronômicos do mês de junho. Apesar de ser incomum no Centro-Oeste, o pinhão é um prato típico das festas juninas na região sul do país. A pedido de uma cliente, o chef Divino Barbosa elaborou uma receita com essa tradicional semente da culinária gaúcha.

Até o fim de junho, quem for ao restaurante Santé 13 (413 Norte) poderá experimentar o Canard de Londrina (R$ 62, individual), que está sendo oferecido no almoço e no jantar. Ele leva coxa e sobrecoxa de pato desossada (bem suculentas!), feitas com molho de tamarindo e acompanhadas de purê de maçã verde, pinhões de Londrina cozidos e um toque agridoce de chutney de figo fresco. Um prato com ingredientes diferenciados, harmonizados de forma surpreendente, e disponível por tempo limitado.

Serviço
Santé 13
Endereço: 413 Norte - Bloco A - Loja 40
Telefone: (61) 3037-2132
Horário de funcionamento: segunda a quarta-feira, das 12h às 15h e das 19h às 23h; quinta-feira das 12h às 15h e das 19h à 0h; sexta-feira das 12h às 16h e das 19h à 1h; sábado, das 12h à 1h; domingo das 12h às 17h.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Expotchê, a mais tradicional feira de Brasília, completa 25 anos de realização




Entre os dias 30 de junho e 09 de julho, a capital federal recebe uma das maiores feiras dedicadas à comercialização de produtos da região Sul do país, que mostra também a cultura do estado do Rio Grande do Sul em todas as suas vertentes, a Expotchê. Anualmente, cerca de 150 mil pessoas visitam os corredores do Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade durante os dez dias de evento.

Realizada desde 1992, pela Rome Eventos, reúne mais de 300 expositores distribuídos em uma área de 27 mil metros quadrados. O evento movimenta a economia local, gerando mais de 3000 empregos diretos e contratos com cerca de 40 empresas locais para prestação de serviços. A feira tem um volume de negócios diretos e indiretos superior a R$ 15 milhões de reais em vendas a cada edição.

Em sua 25ª edição, a Expotchê traz para a cidade as melhores atrações de todos os anos, os shows que mais fizeram sucesso durante a realização da feira na capital federal. Escolhidos mediante a votação e participação do público, por meio das redes sociais do evento. Será a programação cultural mais intensa. Mais de 50 apresentações de música e dança, distribuídos em 10 dias de feira, com as melhores bandas gaúchas e grupos musicais e folclóricos da região Sul e dos Centros de Tradição Gaúcha.

A feira será distribuída em espaços cenográficos que representam a cultura gaúcha, com área de comercialização de produtos e praças temáticas dedicadas ao vinho, ao pão, à cerveja, ao chocolate, ao chimarrão, dentre outros. Nos estandes o visitante irá encontrar roupas, calçados, couro, malhas, lãs, queijos, salames, sucos, cucas, pães artesanais, geleias, chimias, vinhos e espumantes em taças e copos, chope, cervejas artesanais, joias, bijuterias, acessórios, artigos de decoração, artesanato campeiro e muito mais.

LANÇAMENTO
Uma novidade, para este ano, é o lançamento do site de comercialização de produtos originários da região Sul do Brasil, o E-commerce - Mercado Expotchê, Produtos Premium. A iniciativa marca a comemoração dos 25 anos da tradicional feira gaúcha. O carro-chefe será o Clube do Assinante, aberto a todos os perfis de público, de Brasília, por meio de associação. Mensalmente, será feita uma curadoria de produtos do café colonial, em que os associados irão receber uma caixa de produtos contendo itens como queijos, vinhos, pães, salames, entre outros do tradicional café colonial, intitulada “Tchêbox”. 

O Clube do Assinante será direcionado aos que apreciam os prazeres da boa mesa colonial e para quem procura por produtos diferenciados e com qualidade.  “Queremos proporcionar às pessoas novas experiências, e, para quem já conhece os produtos da região, será a oportunidade de ter em casa iguarias e itens provenientes do Sul”, diz Rômulo Mendonça, diretor da Rome Eventos.

IGUARIAS E ESPAÇOS DIFERENCIADOS DA FEIRA

  • PRAÇA DO PÃO - Área ocupada por colonos vindos de Presidente Lucena, da serra gaúcha, onde pães e cucas são assados na hora, exalando um cheirinho irresistível para os visitantes. Também fazem parte deste espaço, os acompanhamentos para os pães, como as famosas chimias, geleias, nata, biscoitos e doces caseiros, que são oferecidos ao público para degustação e venda.
  • PRAÇA DO VINHO - Espaço onde as vinícolas do Rio Grande do Sul mostram sua produção de vinhos, espumantes, champanhes e sucos de uva. Nessa edição, Casa Valduga, Vinícola Garibaldi, Monte Paschoal, Luis Argenta e Don Guerino oferecerão seus melhores rótulos para degustação e venda, em taças e garrafas a preços especiais. Também estará presente neste espaço a Casa Madeira, com suas geleias e os produtos da Linha Vinotage, cosméticos preparados à base de uva.
  •  TCHÊ BEER - Espaço destinado às cervejarias artesanais e ao chope. Nesta edição será realizado o Festival da Cerveja, com muitas atrações, bandas típicas alemãs e petiscos. O local oferece ainda mesas de sinuca e totó, além de contar com aparelhos de televisão para transmissão de jogos ao vivo. Um ambiente de diversão e lazer para amigos e familiares.
  •  TCHÊ KIDS - Uma área de 400m² especialmente criada para crianças com até 12 anos de idade. Lá, enquanto os pais se divertem e fazem suas compras, a meninada poderá participar oficinas de balão mania, pintura de rosto e pintura artística, espaço fotográfico com fantasias infantis, brinquedos infláveis, jogos eletrônicos, personagens de filmes infantis, piscina de bolinhas, mono jump e muito mais.  Além disso, o Circo Tholl ministrará oficinas surpresa com as crianças no local.
  • PRAÇA DO CHIMARRÃO - Espaço destinado à erva-mate, onde a mais tradicional bebida do RS é exibida, em ornamentadas cuias de chimarrão. Este ano uma participação especial: A Escola do Chimarrão, fundada com o apoio do IBRAMATE, dará explicações sobre os benefícios da erva-mate e as diversas formas de preparação, permitindo ao público visitante conhecer um pouco mais sobre o produto. É um espaço para degustação e também para a compra dos melhores mates do Rio Grande do Sul.
  • PRAÇA DO CHOCOLATE - Os visitantes poderão desfrutar das famosas fábricas de chocolates de Gramado. Pode ser encontrado em vários formatos e consistências, com requinte de apresentação. Em barras, formatos de bichinhos, ao leite, amargo, meio amargo, branco, preto, em creme e não poderia faltar o saboroso fondue com morangos e uvas.
  • PRAÇA LITERÁRIA - A editora Martins traz de Porto Alegre a produção literária de autores gaúchos, comercializando mais de 300 títulos que contam um pouco da história desse povo tão peculiar e apegado às tradições.
  • GALPÃO GAÚCHO Espaço ocupado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho do Planalto Central (MTGPC), que congrega os Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) da região e atua na preservação e difusão da cultura tradicionalista gaúcha. A tradição estará representada por meio do arroz carreteiro, do pinhão cozido, do sagu, da cuca, do vinho de mesa e do tradicional brechó de peças indumentárias gaúchas, como alpargatas, lenços, bombachas, vestidos e outros.
  • PRAÇAS DE CONVIVÊNCIA - Praças ambientadas para o descanso dos visitantes, com projetos de jardinagem e decoração, sempre fazendo referência às paisagens do Sul. A cenografia do evento tem se tornado também um atrativo e cenário para inúmeras fotos. Este ano, a identidade visual da Expotchê foi feita pelo artista plástico Ralfe Braga, vai expor suas obras no evento. Um grande painel criado por ele fará parte da ambientação e o público poderá interagir fazendo a pintura deste painel.


ARTESANATO

A Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social - FGTAS fez uma seleção de 69 artesãos, que irão expor nos 10 dias de evento, eles são de municípios do Rio Grande do Sul como Porto Alegre, Gravataí, Pelotas, Viamão, Alvorada, Canoas, Guaíba, Capão da Canoa, São Lourenço do Sul, Nova Santa Rita, Santana do Livramento, Novo Hamburgo, Santo Antônio da Patrulha, Cachoeirinha, Sapucaia do Sul, Caçapava do Sul, Barra do Ribeiro, Rosário do Sul, Campo Bom, Eldorado do Sul e Ivoti. Os artesão levarão materiais como metal típico regional, argila, tricô, couro, madeira, sucata, resina, tecido, E.V.A, dentre outros.

DOAÇÃO DE ALIMENTOS

Para garantir o pagamento de meia entrada no evento, os visitantes poderão doar alimentos não perecíveis, que serão revertidos para cinco entidades sociais, são elas: CEPAI (Centro de Projetos e Assistência Integral – Maria da Guia) de Samambaia; ONG Vida Positiva, da Asa Sul; Lar dos Velinhos Bezerra de Menezes, de Sobradinho e as creche São José Operária e Casulo do Saber da Estrutural. A expectativa da organização é que mais de 20 mil quilos de alimentos sejam doados durante os 10 dias do evento. “O objetivo é de despertar nos visitantes o espírito de solidariedade com essas instituições, que há alguns anos já vêm sendo beneficiadas pelo projeto Rome Cidadania”, comenta Rômulo.


PROGRAMAÇÃO DAS ATRAÇÕES MUSICAIS

ü  30 de junho – Sexta-feira
17h - Circo Tholl - Palco Regional
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
20h - Circo Tholl - Palco Regional
20h30 - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h – Chimarruts – Palco Principal

ü  01 de julho – Sábado
13h - Circo Tholl - Palco Regional
14h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
16h - Circo Tholl - Palco Regional
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h - Grupo Celta Sol da Meia Noite - Palco Regional
20h - Circo Tholl - Palco Regional
21h – Filipe Catto – Palco Principal

ü  02 de julho – Domingo
13h - Circo Tholl - Palco Regional
14h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
16h - Grupo de Dança Querência de  Cristalina - GO  – Palco Regional
19h - Circo Tholl - Palco Principal
20h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h - Hélio Ribas - Palco Principal

ü  03 de julho - Segunda-feira
17h - Circo Tholl - Palco Principal
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h - Circo Tholl - Palco Principal
20h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h –Beto Gonzales– Palco Principal

ü  04 de julho - Terça- feira
17h - Circo Tholl - Palco Principal
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h - Circo Tholl - Palco Principal
20h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h – Guri de Uruguaiana - Palco Principal

ü  05 de julho – Quarta-feira
17h - Circo Tholl - Palco Principal
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h - Circo Tholl - Palco Principal
20h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h –Oswaldir e Carlos Magrão– Palco Principal

ü  06 de julho – Quinta-feira
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
20h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
21h - Nenhum de Nós - Palco Principal

ü  07 de julho – Sexta-feira
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
20h - Paulo Toscano - Palco Regional
21h - Tequila Baby - Palco Principal

ü  08 de julho – Sábado
13h – Grupo de Dança da Estância Gaúcha – Mirim - Palco Regional
15h - Grupo de Dança da Estância Gaúcha e Juvenil - Palco Regional
16h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
18h - Grupo de Dança da Estância Gaúcha – Adulto e Veterano - Palco Regional
19h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
20h - Eurico Silva e Jorge Marino - Palco Regional
21h – Cachorro Grande - Palco Principal

ü  09 de julho – Domingo
14h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
15h - Grupo de Dança do CTG Nova Querência de Buritis - MG - Mirim - Palco Principal
16h - Grupo de Dança do CTG Nova Querência de Buritis - MG - Juvenil - Palco Principal
18h - Grupo Associação de Danças Gaúchas - ADAGA - Palco Regional
19h – Cancioneiros do Planalto - Palco Principal

Serviço:
25ª Expotchê em Brasília
Local: Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade
Data: De 30 de junho a 09 de julho de 2017
Horário: De segunda a sexta, das 16h às 23h; sábados e domingos, das 11h às 23h
Planejamento, organização, montagem, comercialização e mídia da feira: Rome Eventos
Tel Geral: (61) 3345-0011 / 3345 0110
Tel Comercial: (61) 99972-5569

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Método apresenta tratamentos alternativos para pessoas com transtornos psicossociais



Brasília recebe, nos dias 24 e 25 de junho, o workshop “Revolução SAFE®: Reprograme sua mente e corpo. Vença seus maiores sabotadores”, que será realizado no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio.


Recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra a crescente expansão de doenças psicossociais. Só no Distrito Federal, 6% da população com mais de 18 anos já recebeu o diagnóstico de depressão. Medicamentos antipsicóticos e antidepressivos são consumidos intensamente e, em 2016, o consumo na capital federal aumentou quase 54%.

"Temos em torno de 10.000 mil pensamentos por dia, ou seja, em média um pensamento a cada cinco segundos. Isso nos faz uma verdadeira máquina de pensar. Mas qual a qualidade destes pensamentos? Quantos são positivos ou negativos, chamados de sabotadores? Em um momento do país em crise, os pensamentos sabotadores crescem. O medo paralisa as pessoas e isso gera ansiedade, estresse, crise de pânico. As pessoas ficam mais agressivas e impacientes", ressalta o especialista Sandor Balsamo. 



Para combater os sabotadores, o Dr. Sandor Balsamo, 44 anos, elaborou um método que busca o equilíbrio entre a mente e o corpo ofertando o gerenciamento da própria saúde. É o método SAFE®.  E, para disseminar esse conhecimento, Brasília recebe, nos dias 24 e 25 de junho, o workshop “Revolução SAFE®: Reprograme sua mente e corpo. Vença seus maiores sabotadores”, que será realizado no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhores no Comércio.

Com 25 anos de experiência na área da saúde, Dr. Sandor Balsamo, realizou diversas pesquisas e atendeu centenas de pacientes em tratamento de doenças graves, como a fibromialgia, o lúpus eritematoso sistêmico, câncer, artrite reumatoide e descobriu que, alguns pacientes tinham uma saúde emocional, acima de pessoas  consideradas saudáveis.

Baseado em fundamentos da neurociência, ele decidiu entender o que levavam essas pessoas a tal condição. “Elas tinham resiliência, espiritualidade prática, um autoconhecimento inacreditável. Na verdade, elas tinham problemas, mas a gestão deles era o segrego. Diferente da grande maioria que era aparentemente saudável, sem nenhuma doença, mas destruída por dentro. Tive casos de pacientes que já haviam tentado suicídio. Chegavam em belos carros e estavam aparentemente magros e fortes. Mas a verdade é que tinham um grande desequilíbrio entre mente e corpo", conta. 

Toda a base do Método SAFE® vem da tese de doutorado e que teve continuidade no pós-doutorado, na Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília, onde ele conseguiu validar o Sistema de Avaliação do equilíbrio da Saúde Funcional para avaliar e conhecer o equilíbrio (Método SAFE®) da mente e corpo das pessoas. “Temos, hoje, a plataforma SAFE®, um poderoso sistema.  A ideia é que as pessoas possam adotar diariamente, um estilo de vida que lhes possibilitem gerenciar a sua própria saúde funcional, nos pilares da parte social (relacionamentos), emocional, espiritual, intelectual, física e financeira. Com mais coragem, é possível superar seus pensamentos sabotadores e crenças limitantes, tornando-se uma pessoa mais leve, tranquila, com mais energia e vitalidade”, explica Balsamo.
 Além do crescimento do índice de suicídio. o especialista ressalta que as doenças resultantes dos sabotadores da mente é a maior causa de mortalidade por problemas cardiovasculares do mundo (33%). Para ele, aprender a lidar com as emoções e a gerenciar suas emoções e pensamentos  é uma questão de saúde púbica. "Eu ensino estratégias simples para os meus dois filhos, um de três anos e o outro de seis, e já ensinei para centenas de pessoas. Este tópico é obrigatório em minhas aulas na faculdade, pois eu já tive uma crise de pânico terrível em 2008, enquanto  corria sozinho. E foi a pior coisa que aconteceu comigo. Eram verdadeiros sabotadores causados por sono inadequado, cobranças excessivas e estresse emocional. Saber lidar com o meu problema foi um grande e valioso aprendizado para mim como pessoa e profissional", ressalta. 
Com acompanhamento completamente personalizado, o workshop traz uma programação cheia de ações imediatistas, de grande impacto e rápida assimilação. Além disso, o encontro traz ferramentas poderosas de neurofisiologia da meditação, neurociência do perdão, propósito e missão de vida técnicas de mindfulness, bem estar mental e físico. “Queremos trazer as pessoas autorresponsabilidade, autoconhecimento baseado emneurofisiologia e pesquisas científicas. Uma revolução sobre o que você pensa sobre você e o que você realmente é, de fato. E, o que é mais importante: qual é a sua verdade? Qual é a sua razão para levantar-se da cama todos os dias? O que é ter felicidade? Vamos ressignificar conceitos ultrapassados para a si vencer”, completa o idealizador do método SAFE®.

 “Eu não vivia, apenas sobrevivia”, Roberto Ruy Cleto, 40 anos

A depressão, muitas vezes, é um mal silencioso. As pessoas não entendem o que começam a acontecer com elas e, quando reparam, estão em intenso grau de procrastinação. Foi o que aconteceu com o especialista em Tecnologia e sócio do projeto, Roberto Ruy Cleto.
 “Tenho certeza, que há alguns anos atrás, eu tinha depressão. Talvez, nem sabia, só sentia desmotivação e falta de vontade de sair da inércia. Cheguei a pesar 100 kg. Agora, após o sucesso no pilar físico, busco melhorias no pilar financeiro. A gente passa a dar mais valor, aprendemos a voltar a viver. Há um tempo atrás eu não vivia, apenas sobrevivia, o que é a realidade de muitos”, conta.

Em um dia despretensioso, enquanto fazia a sua caminhada matinal, Roberto conheceu o método SAFE®. Desde então, Cleto ressalta que a sua percepção de vida mudou. “Fui conhecendo o método aos poucos e comecei a ter melhoras importantíssimas na área da saúde. Já perdi 16kg, consegui sair do sedentarismo, bem como toda a minha família”, comemora.

Além disso, Roberto Cleto tornou-se sócio no projeto. Com expertise em sistema de informação, ele ajudou o Dr. Sandor Balsamo a desenvolver o programa que realiza o Check-Up SAFE®, a plataforama SAFE©.

“O SAFE mudou a minha vida pessoal e, também, o meu lado profissional. Quando tinha nove anos, perdi minha mãe e pai em um acidente de carro. Eu quase morri com eles também. Passei por muitos desafios e, hoje, tenho coragem de compartilhá-los com aqueles que passam por dificuldade de relacionamento em casa. Quando você está bem, começa a contagiar as pessoas que estão a sua volta. Isso é o que transforma no Método SAFE, aprendemos a adquirir um elevado nível de saúde funcional. E eu pretendo chegar ao topo, ao que chamamos de Z5. Esta é minha meta. Estou quase lá. Conquistando equilíbrio mente e corpo”, conclui.

“Do Zero ao Milhão” conta a trajetória do rapaz de família simples que se tornou dono da maior rede de escolas de inglês do mundo

Um rapaz de família simples, nascido no interior do Paraná que, por meio da aprendizagem que teve da língua inglesa em seu contato com a cultura mórmon, se tornou dono da maior rede de ensino da língua inglesa no mundo. Essa é a trajetória de Carlos Wizard Martins, que conta todas essas passagens em seu livro, “Do Zero ao Milhão”, recém-lançado pela Buzz Editora.

Na obra, Carlos, que acaba de retornar ao setor que o consagrou com a recente aquisição da rede de escolas Wise Up, conta sobre o caminho que percorreu desde o início da carreira até seu primeiro milhão; do dia em que conheceu os mórmons, aos 12 anos de idade, e assim deu início à imersão na língua inglesa, à aquisição do Mundo Verde, maior rede de lojas de produtos naturais, orgânicos e de bem-estar da América Latina.

Sempre demonstrando como a família foi importante nas tomadas de decisão, Carlos descreve a simplicidade com que começou seu negócio. “Dava aulas em minha própria casa; não contava com nenhum tipo de estrutura. Ensinava inglês, mas meu pobre saldo bancário era insuficiente para montar uma escola com todos os recursos necessários ou mesmo alugar um pequeno espaço”, conta ele. Conforme foi crescendo seu negócio, a infraestrutura acompanhou – até chegar ao modelo da gigante Wizard.

As lições que aprendeu ao longo dessa jornada de 27 anos à frente do grupo são repassadas ao leitor de forma leve, didática e bem-humorada. Em cada capítulo, Wizard conta breves anedotas e diálogos para ilustrar ensinamentos como “as pessoas são mais motivadas por valorização e reconhecimento do que por remuneração” e “depois que realizamos um sonho, descobrimos que há sonhos ainda maiores para serem realizados”.

Carlos explicita o que o motivou a persistir no ramo da educação: “acima de toda recompensa financeira, o valor mais significativo é saber que mais de um milhão de pessoas a cada ano se beneficiaram com os cursos que passamos a oferecer em todo o país”. E ele mostra que tem ambições com a nova aquisição, da Wise Up: “Em um país em que apenas 2% da população fala o inglês fluentemente, estamos comprometidos e certos de que podemos transformar o Brasil num país bilíngue”.

Apesar de inspirado na vida profissional de Wizard, “Do Zero ao Milhão” é leitura necessária não apenas para aqueles que têm o sonho de empreender, mas também a todos que desejam levar uma vida guiada por objetivos bem definidos, em direção aos sonhos e realizações pessoais.

Serviço
Título: “Do Zero ao Milhão”
Autor: Carlos Wizard Martins
Selo: Buzz Editora
Páginas: 192
Preço: R$ 39,90


sexta-feira, 16 de junho de 2017

Festa junina da cultura e das artes movimenta Parque de São Sebastião

Música, dança, poesia, teatro e audiovisual fazem parte da programação do evento que acontece gratuitamente no terceiro domingo do mês, dia 18

O Parque Ambiental do Bosque em São Sebastião recebe no próximo dia 18 uma festa junina da cultura e das artes, regada à música, dança, poesia, teatro, audiovisual e comidas típicas. Esse evento marca mais uma edição do projeto “Domingo no Parque”, realizado pelo Movimento Cultural Supernova. As apresentações começam a partir das 14h, são abertas ao público e livres toda família.

Entre as atrações confirmadas, a poetisa Cristiane Sobral e os poetas Júlio Cesar e Ni Brisant, que fará lançamento do livro “A revolução dos feios”. A música, no clima de festa junina, é por conta da quadrilha Num Só Piscar e do grupo de forró Cangaceiros do Cerrado. Além disso, a performance teatral terá um toque nordestino com Lília Diniz apresentando o espetáculo “Miolo do Pote em Cantigas e Versos”.

O público poderá conferir ainda ao curta metragem Fragmentos, de Antônio Balbino. Durante todo o evento, serão vendidas comidas típicas e um correio elegante vai dar uma forcinha para os apaixonados. Outras atividades que serão oferecidas são: bazar, slackline, design de sobrancelha, doação de roupas, feira de trocas, dicas de moda e massagem. Para as crianças tem ainda pintura de rosto.

O projeto
O Domingo no Parque é desenvolvido desde 2010 em São Sebastião pelo Movimento Cultural Supernova. Esse projeto acontece todo terceiro domingo do mês. O principal objetivo é levar lazer à comunidade e ocupar o espaço público, alertando para a necessidade de revitalização do Parque. Neste ano a iniciativa é financiada pelo Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC).

Atrações
  • Música: 

Dj Nicko (música mecânica)
Cangaceiros do Cerrado (Forró) https://www.youtube.com/watch?v=Q_ci87hZPf0
Cangaceiros do Cerrado

  •  
    Poesia:

Júlio César
Ni Brisant – A revolução dos feios - https://www.youtube.com/watch?v=9ox8ciroZbg
Cristiane Sobral

  • Perfomance:

Lília Diniz - Miolo do Pote em Cantigas e Versos
Lília Diniz 

  •  Audiovisual

Fragmentos – Antônio Balbino

  • Diversidade

Bazar – Casa Frida
Feira de Trocas + massagem – Jéssica Santos
Pintura de rosto – Roberta Santos
Slackline – Gabranjo Muniz
Doação de roupas – CARIC-UCB
Design de sobrancelhas – Fabíola Vieira
Zines – Ateliê itinerante título provisório_
Moda + café – Boom alternativa
Comidas típicas – Boom alternativa

Serviço: 
Domingo no Parque 
Data: 18/06 a partir das 14h
Local: Parque Ambiental do Bosque em São Sebastião
Endereço: Bairro Residencial do Bosque
Classificação: livre
Entrada franca
Localização: https://goo.gl/sO2lLe